Claudinei Claret Polatto

Lutar sempre, perder as vezes, desistir JAMAIS!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

Professor de Empreededorismo /

 Professor de Informatica

 

Nome da Instituição: Formare - Fundação Iochpe

Datas do trabalho voluntário: jan de 2003 – jun de 2003

Causa: Educação

Em janeiro de 2003, a Bardella iniciou o projeto Formare com os cursos "Assistente de Gestão de Sistemas", na unidade de Guarulhos, e "Operação de Produção e Processos Metalúrgicos", na unidade de Sorocaba. O objetivo é capacitar 40 jovens para que atuem com iniciativa, visão de conjunto e de acordo com os princípios da segurança e qualidade no apoio e suporte aos sistemas de gestão de processos, produtos e meio ambiente.

O Formare foi criado pela Fundação Iochpe, organização civil sem fins lucrativos, dedicada a apoiar profissionais e empresas em sua ações de investimento social.

A rede Formare é composta por escolas profissionalizantes operadas por empresas através de seus educadores voluntários para beneficiar jovens de baixa renda da comunidade. Os cursos têm duração de um ano escolar e seu desenho obedece as características de empregabilidade da região. A orientação pedagógica baseia-se nas recomendações do Ministério da Educação, que prevê o desenvolvimento de competências e habilidades obtidas através da associação da teoria e da prática. Os cursos são certificados por instituição federal vinculada ao MEC (Ministério da Educação e Cultura).

Com aulas ministradas por profissionais da Bardella, os alunos aprenderão Comunicação e Relacionamento, Desenho Técnico, Matemática, Higiene, Saúde e Segurança, Gestão da Qualidade e Conservação e Organização Industrial e Comercial, entre outras disciplinas, de forma a promover um desenvolvimento como profissionais e cidadãos integrados ao meio em que vivem.

Os objetivos ao promover este projeto são:

Desenvolver as potencialidades dos jovens possibilitando sua inserção no mercado de trabalho
Possibilitar a participação voluntária dos colaboradores em projetos sociais

 

 

 

Consultor

 

Nome da empresa: Bardella S/A - GESC

Datas do trabalho voluntário: jan de 2000 – jun de 2000

Causa: Educação

 

Executivos voluntários dão aulas de gestão às organizações sociais

 

O maior problema das entidades do terceiro setor sempre foi como conseguir dinheiro para manter suas atividades. 

"Normalmente as organizações são fundadas por pessoas de boa vontade, que começam ajudando a vizinhança e, quando a instituição cresce, não sabem como administra-la e acabam precisando de ajuda", diz Agnes Ezabella, presidente da Associação dos MBAs da FIA/USP.

Segundo a executiva, a consultoria é o grande diferencial do GESC, já que o consultor ajuda a entidade a elaborar um projeto de prova final. Grande parte desses projetos acabam se concretizando após o programa.

Porém, o grande feito do USP/MBA-EXES está sendo levar o treinamento para fora da associação. Alguns ex-alunos que participaram para o programa resolveram levar o curso para as empresas em que trabalham e a idéia foi bem-recebida.

É o caso de Cristian Jaty Silva, diretor comercial da Bardella, indústria mecânica de Guarulhos, que pertencia ao USP/MBA-EXES e apresentou o GESC para seus colegas. Silva conquistou mais de 20 colaboradores e conseguiu implantar a primeira turma de treinamento fora da associação.

"A Bardella adotou o programa e mais de 20 funcionários, entre gerentes, diretores e vice-presidentes, se tornaram voluntários", diz Silva. O grupo já está realizando o segundo GESC este ano, somando 23 instituições beneficiadas.

O grupo realizou seu primeiro GESC no início deste ano e já planeja o segundo para o ano que vem. Assim como a Bardella fez em Guarulhos.